VILA DE LUXO PARA VENDA EM PISA

19 Fotos
Situada nas colinas de Pisa, em Itália, e rodeada por um rico bosque, encontra-se para venda uma importante exploração agrícola que goza de uma maravilhosa vista panorâmica sobre o vale do rio Cecina e que se encontra não muito longe do mar. A empresa vitivinícola é composta por oito hectares de terreno dos quais quatro são destinados à produção do vinho Montescudaio DOC e os restantes quatro são ocupados por oliveiras e mata toscana que se integram na perfeição com as vinhas e a casa de luxo. As estruturas que fazem parte da propriedade para venda na região italiana da Toscana, são uma vila de luxo com uma superfície de 180 m² que se encontra situada no topo de uma colina, uma adega vinícola de 160 m² que se situa na zona da planície da exploração, um depósito de 135 m² e um chalet de madeira de 42 m².
A vila para venda em Pisa foi construída em estilo rústico e é caracterizada por uma arquitetura tipicamente toscana com soalhos em tijolo e fechos em madeira. As divisões interiores estão dispostas num único andar mas em pisos dispostos assimetricamente e estão decoradas com mobiliário de luxo em estilo toscano. A propriedade acolhe um amplo salão-sala de jantar, dois quartos, três casas de banho, um escritório e uma cozinha.  
Na parte frontal da vila encontram-se umalpendre de 30 m² utilizado como abrigo para as ferramentas, e um parque de estacionamento para as viaturas. A adega vinícola é composta por uma edfiício constituído por um único andar, em parte fora da terra e em parte cave. Completam a propriedade duas estruturas que podem ser destinadas à atividade de turismo rural, que se tratam de um chalet e de um depósito. O chalet trata-se de uma pequena estrutura em madeira com uma base em alvenaria e compreende dois quartos, uma sala de jantar, uma cozinha e uma casa de banho com vista para para os vinhedos. O depósito para as ferramentas foi obtido de uma antiga fábrica de compotas e uma estrutura de pedra com a possibilidade de ser restaurada para a realização de três apartamentos. A propriedade encontra-se predisposta para a realização de uma piscina. 

Informações Técnicas
Região: Toscana
Município: Pisa
Localização: Pisa

Tipologia: 
Superfície interior: 550 m² 
Superfície exterior: 8 ha 

Vila: 180 m² 
Quartos: 2
Casas de Banho: 3
Salão: 1
Sala de jantar: 1
Cozinha: 1

Chalet: 42 m²
Quartos : 2
Casas de Banho: 1
Sala de jantar: 1
Cozinha: 1

Além de divisões acessórias e salas técnicas: 3

Adega vinícola: 160 m²
Depósito: 135 m² 
Alpendre: 30 m²
Vinhedo Montescudaio DOC: 4 ha
Mata e pasto: 4 ha
Superfície total do terreno: 8 ha

Toscana – Pisa: Pisa km 56 – Cecina km 10 – Castiglioncello km 20 - Volterra km 27 - Livorno km 39 – San Gimignano km 56 – Clube de Golfe de Tirrenia km 38 – Borgo La Bagnaia Resort & SPA km 48 - Aeroporto de Pisa km 57 – Saída da Autoestrada: saída Rosignano Marittimo km 15.



Ref: 2228
Preço: Até 2,5M

empresa vinícola

quinta na Toscana
propriedade de luxo

Contactos

Para responder melhor ás vossas exigências, por favor preencha os campos abaixo, especificando a língua na qual gostaria de obter a resposta. A Lionard responder-lhe-á o mais rapidamente possível.

Nome *
Sobrenome *
Email*
Telefone*
Sociedad
LÍngua*
PaÍs *
Messaggio *
Privacy *
Aceito as condições do Decreto-Lei N° 196/03.

Tel.: +39 055 0548100

Toscana - Pisa

Toscana – Pisa: O nome da localidade de Montescudaio deriva do composto em latim “Mons” (monte) e "Scutarius", que significa "fabricante de escudos". A aldeia na Toscana foi citada pela primeira vez durante um acto notarial em 1091 no qual se menciona a doação de uma igreja intitulada a Sant'Andrea por parte do Conde Gherardo della Gherardesca a favor das freiras beneditinas que habitavam no mosteiro fundado pelo próprio conde. Ainda que habitassem no município de Pisa, os Condes della Gherardesca exercitaram durante um longo período a sua jurisdição na aldeia e no mosteiro e não hesitaram em revoltar-se à República de Pisa aliando-se, em 1345, às tropas do Ducado de Milão enviadas por Luchino Visconti. 
No início do séc. XV os Condes della Gherardesca submeteram-se ao domínio da República de Florença e a aldeia de Montescudaio foi colocada sob a jurisdição dos Florentinos. Por volta do final do mesmo século, após a traição operada pelos Condes aos danos da república de Florença, esta última confiscou aos Condes os seus bens entre os quais a aldeia de Montescudaio que desde essa data foi definitivamente incorporada às posses dos florentinos. Sob o domínio dos Médici em 1479, Montescudaio foi elevado à categoria de município autónomo. Em 1648 o Grão-duque Ferdinando II concedeu a aldeia em feudo com o títolo de Marquesado à família aristocrática dos Ridolfi, os quais mantiveram o controlo da aldeia até ao início do séc. XVIII. O período do domínio dos Ridolfi sobre a aldeia na Toscana onde surge o casal para venda em Itália, é marcado por conflitos entre os mesmos e os habitantes de Montescudaio devido ao enorme poder exercitado pelos nobres os quais tiveram em monopólio todos os recursos do território.   
Em 1727, após a morte do último herdeiro direto dos Ridolfi, Montescudaio regressou ao Grão-ducado Florentino mas em 1735 o Grão-duque Giangastone de' Medici concedeu-o novamente em feudo a Cosimo Ignazio Ridolfi. A posse foi confirmada por Francesco II de Lorena em 1738 e os Ridolfi voltaram a exercitar a própria jurisdição sobre a aldeia até ao final de 1778. No início do séc. XIX o território da aldeia de Montescudaio na região italiana da Toscana, foi invadido pelas tropas napoleónicas que ali permaneceram até 1814. Em 1815, Montescudaio entrou novamente na posse do Grão-ducado da Toscana do qual fez parte até à unificação da Itália que se deu em 1860 por obra do Rei Vittorio Emanuele II de Saboia.